terça-feira, 14 de julho de 2009

JIVM - LUIZ



L U I Z


Aquela sanfona branca
Aquele chapéu de couro
É quem meu povo proclama
Luiz Gonzaga de ouro
Que é da nossa nação
Um precioso tesouro.

O sertanejo Gonzaga
Foi antes de tudo um forte
Sanfoneiro da alegria
Até pra nascer teve sorte
Pois nasceu em Pernambuco
Famoso Leão do Norte.

Foi lá nas terras de Exu
Na Fazenda Caiçara
Em mil novecentos e doze
Viu o mundo sua cara
Veio do ventre de Santana
Bem na era de Aquário.

No dia de Santa Luzia
Foi que chegou o Luiz
No mês que Cristo nasceu
Por isso foi tão feliz
Levou energia ao povo
Cantando do povo a raiz.

Luiz Gonzaga foi uma luz
Para o povo do Sertão
Foi cantando a alegria
Que virou o Rei do Baião
A sua simplicidade
Motivo de admiração.

O mestre Lua é assim
Uma grande animação
Sua música é o espírito
Das festas de São João
Uma fogueira que acende
O amor no meu coração.

Encerro minha toada
Que falou do que é capaz
O sentimento profundo
De um velho-menino-rapaz
O cantador Luiz Gonzaga
Um mensageiro da paz.


JOSÉ INÁCIO VIEIRA DE MELO


OBS: Fiz esta toada para a peça Luiz, dirigida pelo ator Jackson Costa. Os quatro primeiros versos da primeira estrofe foram retirados da música Sanfona branca de Benito di Paula. Nas 2ª, 3ª e 4ª estrofes há versos de umas trovas da autoria de Luiz Gonzaga, feitas em redondilha menor (versos de cinco sílabas), que adaptei, passando-os para versos de sete sílabas (redondilha maior).

2 comentários:

Georgio Rios disse...

Uma toada, linda, cheira a Sertão e Sanfona, música que ecoa pelos descampados do coração!!!!

KINHA disse...

Estou aqui para fazer-lhe uma proposta, que eu considero interessante.Também sou TOP 100 e estou concorrendo na categoria "VARIEDADES" e estou na campanha "UM VOTO POR UM VOTO".O legal disso tudo é essa interação,eu conheço seu blog e vc, o meu.
Já votei no seu e sei que também que receberei seu voto.
Estou te seguindo e se quiseres me seguir, ficarei honrada.
Obrigada