segunda-feira, 25 de maio de 2009

VERÔNICA DE VATE - CARLOS RIBEIRO

foto Ricardo Prado
CARLOS RIBEIRO nasceu em Salvador - Bahia, em 19 de agosto de 1958. Jornalista, ficcionista, ensaísta, mestre e doutorando em literatura pela Universidade Federal da Bahia, é autor dos livros Já vai Longe o Tempo das Baleias (contos. Salvador: Fundação Cultural da Bahia, 1982), O Homem e o Labirinto (contos. Salvador: BDA Bahia, 1995), O Chamado da Noite (romance. Rio de Janeiro: Sette Letras, 1997), O Visitante Noturno (contos. Salvador: Secretaria da Cultura e Turismo, 2000), Caçador de Ventos e Melancolias: um estudo da lírica nas crônicas de Rubem Braga (ensaio. Salvador: Edufba, 2001), Abismo (romance. São Paulo: Geração Editorial, 2004), Lunaris (EPP/Banco Capital, 2007) e À luz das narrativas: escritos sobre obras e autores (Edufba, 2009). Participa das antologias e coletâneas Oitenta, Geração 90: Manuscritos de computador (São Paulo: Boitempo, 2001), Chico Buarque do Brasil (Rio de Janeiro: Garamond,2004), Antologia de contos e crônicas de autores baianos contemporâneos (Salvador, 2004), Contos cruéis (São Paulo: Geração Editorial, 2006), Antologia panorâmica do conto baiano - século XX (Ilhéus: Editus, 2006), Quartas histórias (Rio de Janeiro: Garamond, 2006), Capitu mandou flores: contos para Machado de Assis nos cem anos de sua morte (São Paulo: Geração Editorial, 2008) e Travessias singulares: Pais e filhos (Rio de Janeiro: Casarão do verbo, 2008). Tem trabalhos publicados em suplementos culturais e revistas literárias, a exemplo de A Tarde Cultural, Revista da Academia de Letras da Bahia, Revista da Bahia, Exu, Qvinto Império e Rascunho. Em 1988 venceu o concurso de contos promovido pela Academia de Letras da Bahia e, desde 1998, co-edita a revista de arte, crítica e literatura Iararana. Dedicou-se durante muitos anos à divulgação científica, tendo participado de expedições à Antártida, Amazonas e diversas reservas naturais brasileiras. É membro da Academia de Letras da Bahia e professor do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB/Cachoeira.
*
Carlos Ribeiro vai apresentar-se, no próximo dia 30 de maio, no projeto Travessia das Palavras, na cidade de Jequié, Bahia, coordenado por Leonam Oliveira e José Inácio Vieira de Melo. O evento vai contar com a participação especial do cantor e compositor Nuno Menezes.


NOITE


A noite hoje veio mais cedo. Nem as galinhas recolhiam-se aos poleiros, nem os sapos coaxavam na floresta, nem os pássaros repousavam do vôo diurno e o mundo cobriu-se de sombras.

No meu quarto sumiram, como por encanto, as derradeiras réstias de luz. Não sei se perceberam-nas os lavradores no campo, as lavadeiras do rio Paraguaçu, as inocentes criancinhas a tocarem burricos nesta terra sem fim e sem começo. A noite é como lembranças de amigos que não voltam mais.

A noite veio mais cedo hoje, e antes mesmo que viesse já a antecipara num crepúsculo de cores derramadas no vasto céu, fonte de tudo que há. O gado pastava no campo, indiferente. Nem o cavaleiro freava o cavalo, nem as luzes se acendiam nas cidades, nenhuma porta se abria ao viajante.

Assim, rapidamente, como num assalto, apossaram-se as sombras do mundo, e ante a indiferença dos demais, uniram-se numa só, gigantesca, a projetar-se na imensidão.

Desde então, recolhido em sombra, laboro em sonho formas singelas de luz.

CARLOS RIBEIRO

2 comentários:

Mirdad disse...

Ouçam a entrevista de extrema clareza de José Inácio no Podcast K7. Não percam!!!

Link: http://elmirdad.blogspot.com/2009/05/podcast-k7-05-jivm.html

Katia disse...

Excelente a foto de Ricardo Prado. Carlos merece uma noite daquelas em Jequié. Um beijo